Número total de visualizações de página

sexta-feira, 13 de março de 2009

SEGUIR A CRISTO É OLHAR PARA A CRUZ

Consulte o meu outro blog

O cristianismo, seguimento de Jesus Cristo não é fácil, nunca o foi e nunca será.
Jesus Cristo é exigente, apresenta e propõe um caminho de renúncia, de esvaziamento de si mesmo, um caminho a subir, um caminho de morte, para daí vir a Vida, a Vitória e a ressurreição.
Jesus já nos deu o exemplo de simplicidade, humildade, mansidão, bondade, amor, perdão, obediência, pobreza, despojamento, paciência, desprendimento, abandono e confiança em Deus.
Claro que estas virtudes não são inclinações naturais em nós. Nós tendemos e temos inclinação para o contrário. Por isso é que Jesus é tão diferente de nós. É que Ele não é só humano, Ele também é divino.
Cada pessoa eleva-se ao nível do divino se praticar estas virtudes de forma habitual. Ora como nós somos tão humanos e, tantas vezes, desumanos, torna-se muito difícil aceitar o caminho da cruz que é um caminho da sabedoria de Deus e não da sabedoria humana.
Quem quiser seguir a sério Jesus Cristo, tem de colocar os olhos na cruz. Não como sinal de derrota, mas como momento de passagem para a vida e a vitória.
Quando digo cruz, não digo tanto a morte, muito menos a morte biológica.
É que, segundo a Bíblia, vida e morte não se podem reduzir a vida e morte biológica. Vida é mais do que vida biológica e morte não é apenas morte biológica.
Vida plena, vida abundante, vida do corpo, da mente, do coração, vida espiritual, vida de relacionamentos saudáveis e felizes com Deus, com os outros, connosco mesmos. Há muita vida que é uma vida menor, mesquinha, egoísta, banal, medíocre, sem plenitude, sem felicidade porque falta isto que acabei de dizer.
Cruz é morte, mas não apenas a morte biológica. Morte ao egoísmo, ao individualismo, morte ao pecado e aos pecados (vícios e depêndências), morte à indiferença, morte a tudo o que me separa de Deus, dos outros e de mim mesmo. Morte a tudo o que destrói a natureza. Morte a tudo o que diminui ou destrói a minha dignidade humana e cristã.
Seguir Jesus Cristo é estar disposto a morrer para tudo isto.
Jesus Cristo não pregou uma doutrina para agradar ao povo, não foi populista, como fazem tantos políticos, como fazem certas seitas que só dizem o que as pessoas gostam de ouvir. Jesus era claro: “quem quiser seguir-me, renuncie a si mesmo (esvazie-se de si mesmo, do seu egoísmo, de seu individualismo, da sua soberba, do seu orgulho), tome a sua cruz (as suas exigências, cumpra os seus deveres, os seus compromissos humanos, sociais, políticos, cristãos) e siga-me”.
“Quem quiser guardar a sua vida por minha causa, perde-a, quem perder a sua vida por minha causa e por causa do evangelho, perde-a”.
Cruz é luz, é vida, é AMOR.
Hoje todo o mundo quer uma vida sem cruz, sem exigências, sem coerência, sem responsabilidade. Hoje, muitas pessoas querem liberdade sem responsabilidade. Muitos querem um Cristo sem cruz, um cristianismo fácil, ao seu jeito, moldável aos seus interesses e conveniências… Hoje as pessoas querem um Cristo e um evangelho doce, adocicado, um Cristo cómodo, que não incomoda, controlado, dominado, light, medíocre, sem exigências, sem compromisso, sem consequências na vida prática.
Muitos pensam assim: “Eu acredito em Deus, mas vivo e faço tudo o que quero (inclusive contra a lei de Deus e os ensinamentos do evangelho e de Jesus Cristo) e Deus não tem nada a ver com a minha vida… Até faço e digo coisas contra os ensinamentos de Jesus Cristo e do Evangelho, mas digo que acredito em Deus e em Jesus Cristo…”.
Eu pergunto para que serve alguém dizer que acredita em Deus, em Jesus Cristo e nada ligar para o que Eles ensinam e viver, tantas vezes, ao contrário e contra o que Eles dizem na Bíblia?

P. Albano Nogueira

1 comentário:

  1. é muito interessante este assunto.
    como é necessário aprender os passos de Jesus.
    Jesus é muito "louco" é dificil seguir Jesus, é um caminho para corajosos de verdade, tem que ser verdadeiramente radical para seguir Jesus.
    fico pensando se Jesus estaria em muitas igrejas hoje em dia?
    pois o que muitas pregam vão totalmente contrário aos ensinos de Jesus. sentir o que ele mesmo sentiu como está em filipenses, é ruim ein? hahaha
    se ele fez é por que é "possível" para nós. Deus nos abençoe.

    ResponderEliminar