Número total de visualizações de página

sábado, 21 de dezembro de 2013

CELEBRAR O NATAL


 
 
    O Natal é uma festa tipicamente cristã, ao contrário da Festa da Páscoa e do Pentecostes que já vêm ambas da religião judaica.
    "Natal" quer dizer nascimento e consiste na recordação do nascimento de Jesus Cristo filho de Deus Pai e filho da Virgem Maria, há 2013 anos. Não sabemos o dia, mas aceitamos o 25 de Dezembro como o dia de nascimento de Jesus, o verdadeiro "sol e a luz" que ilumina a vida humana. 
    Infelizmente, em muitas pessoas já não existe a consciência, nem o conhecimento do verdadeiro significado do Natal.
    Nesta sociedade de consumo as pendas, as compras, as comidas, as luzes, os pinheiros escondem e tapam as imagens do presépio que já não se vê com o amontoado de prendas...
    Isto acontece porque os cristãos colaboram neste consumismo desenfreado e esquecem o centro da Festa: o Menino Jesus que quer continuar a nascer na vida de cada um.    
    Não um nascimento físico, biológico, mas espiritual.
    Antigamente era o menino Jesus que dava as prendas...
    Agora é um velhote que dá as prendas e faz esquecer o motivo principal da festa: a Encarnação do Verbo, do Filho de Deus que se fez Homem igual a nós em tudo, menos no pecado. O Filho de Deus que veio ao mundo PARA NOS SALVAR. Ele é o Nosso Salvador, o Nosso Senhor...
    A primeira atitude boa para celebrarmos o Natal é sermos HUMANOS. O Filho de Deus, Divino, fez-se filho de uma mulher (Maria de Nazaré), fez-se "humano".
    Meu irmão, minha irmã, procura neste Natal começares por ser "humano", pois, muitas vezes nós somos "desumanos", somos animalescos, insensíveis, egoístas, vingativos, infelizes.
     Se formos "humanos", sensíveis, delicados, bem educados, preocupados com o bem dos outros, solidários, leais, amigos, já estamos a imitar Jesus que preocupou com o nosso bem...
    Depois de sermos "humanos", podemos SER MAIS:
- ser cristãos, ser imitadores de Jesus, sermos outros "Cristos", sermos "divinos", dignos de admiração, de louvor e dignos de "adoração"...
UM SANTO E FELIZ NATAL PARA TODOS
E QUE A TODOS DEUS ABENÇOE
E JESUS MENINO TRAGA PARA TODOS AS BÊNÇÃOS DO CÉU E DA TERRA...
 
 
 
 

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

FÉ E ORAÇÃO


http://deixadeusentrar.blogspot.com

Reza quem tem fé.
Quem tem fé reza.
Quem tem fé, precisa de provar que tem fé...
Não basta dizer que se acredita em Deus.
Temos de o provar em palavras e obras.
Quem não reza, não se encontra com Deus Pai, nem com Cristo, nem com o Espírito Santo.
Por isso, é fundamental um cristão católico rezar todos os dias.
Rezar bem, rezar com atenção.
Rezar é encontro com Deus, com Jesus Cristo, com o Espírito Santo.
Por isso, é essencial rezar, orar, falar com deus, escutar Deus para alimentar a nossa fé e também praticar a religião: ir à Eucaristia Dominical e até semanal, confessar-se, comungar, ler a Bíblia, participar num grupo de oração, etc.
 
 
 
 
 

sábado, 7 de dezembro de 2013

sábado, 30 de novembro de 2013

O PRIMEIRO ANÚNCIO

http://operfumededeus.blogspot.com

 
      A verdade central e o resumo da nossa fé é esta:

Deus ama-te e enviou o Seu Filho “Jesus Cristo, para te salvar”.   
     É a festa que celebramos em cada Natal: o mistério da Encarnação do Verbo, da Palavra de Deus que habitou no meio de nós na pessoa de Jesus Cristo.
    Isto é o mais importante da nossa fé cristã católica em Jesus Cristo e que tem de ser anunciado às crianças, adolescentes, jovens e adultos:

“Jesus Cristo é o Filho de Deus que encarnou, veio ao mundo e salvou-te, Ele é o Senhor, Ele é o Salvador, o Libertador”.   
    Perante esta verdade, que tem de ser anunciada a todos com alegria, com palavra e com obras, a pessoa que escuta esta verdade tem de se posicionar, tem de dar uma resposta: ou aceita, ou rejeita.
    A indiferença já é uma resposta negativa de rejeição.
    Ora, rejeitar o Salvador, é rejeitar a salvação e ficar perdido, desorientado, numa vida sem rumo, sem sabor, sem grandeza.
    Há outros que que se interrogam e perguntam para querer saber mais: mas quem é Jesus Cristo?
    Quem é Deus?

    E Deus tem um Filho?
    E que é que esse Filho fez para me salvar?
    Como é que Jesus Cristo me salvou?
E  que é que significa a aminha salvação?
 Salvou-me de quê ou de quem?
  Como é que eu sinto que estou salvo?
Que é que muda na minha vida com essa salvação?
Que é que devo fazer para receber essa salvação?
Será que preciso da salvação que vem de fora, de Deus?
Não bastará a salvação que vem dos homens: ciência, técnica, saber humano, poder humano, dinheiro, riqueza, fama, poder, conquistas? Precisamos de Deus ou passamos muito bem sem Ele?
Muita gente passa bem sem Deus, mas existem certos momentos em que a vida corre o risco de perder o sentido, o significado, o sabor, o valor e aí fica o vazio que só Deus pode encher.
    As pessoas podem ter vida, saúde, dinheiro, bens materiais, emprego, família, cultura, prazeres. Mas mesmo assim, muita gente é infeliz.
    Será caso para perguntar: se eu tenho tudo de material, tudo o que este mundo me oferece, porque é que não sou feliz?
    Nesse momento a pessoa percebe que dentro de ti tem um buraco que só Deus encher e fazê-la feliz.
    Só Deus pode tornar a pessoa verdadeiramente feliz.

    Por isso, a pessoa precisa de Deus, da Sua paz, da Sua esperança, do Seu amor, do Seu perdão, da Sua Salvação.http://deixadeusentrar.blogspot.com
 

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

A VIDA, DÁDIVA DE DEUS


 
 
A vida é uma caminhada.
Vimos de Deus e vamos para Deus.
Deus é a origem e Deus é a nossa meta.
Ao fazer este caminho, os homens têm vitórias e derrotas, fracassos e sucessos, ganhando em poder sobre o universo e sobre a própria vida.
Daí a tentação permanente de muitos se julgarem auto-suficientes, capazes de se tornarem deuses sozinhos, dispensando o próprio Deus.

O homem não está acabado.
A vida da humanidade é uma constante caminhada no seu desenvolvimento. E até onde chegaremos?
Depende de cada um.

Tu podes:

- humanizar-te sempre mais, acolhendo e dirigindo as tuas forças;

- personalizar-te sempre mais, assumindo e orientando as tuas forças;

- e, se fores cristão, divinizar-te sempre mais, unindo-te ao Deus de Jesus Cristo. Cristificação. Ser parecido com Jesus Cristo que só fez o bem aos outros.

Mas tu podes também:

- Retroceder em humanização, em personalização, em divinização e, em caso extremo, em certos momentos, és capaz de te re-animalizares sozinho ou em grupo, ou em sociedade.

És livre. Cabe-te a ti escolher em que sentido desejas construir-te e o que vais decidir para tentares consegui-lo.

Os cristãos acreditam que a vida não é um rio sem nascente, mas que na origem de toda a vida está DEUS- PAI: AMOR infinito.

Tu és um ser vivo não por "acaso", mas porque és amado por Deus.
Amar é sempre dar a vida a um outro.
Ser amado é sempre receber a vida de um outro.
Se Deus deixasse de te amar, tu deixarias de "existir".
Ora, Deus não pode deixar de te amar e de te dar a vida, porque Ele é AMOR e porque Ele te ama INFINITAMENTE.

Tu és amado por Deus desde sempre e para sempre.
És um ser vivo para sempre porque mesmo ainda antes de nasceres, Deus já tinha pensado em ti desde toda a eternidade.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

A BELEZA DA VIDA


http://deixadeusentrar.blogspot.com

A VIDA É BELA, PORQUE VEM DE DEUS QUE É VIDA

Muitas vezes dizes: "a vida é um vale de lágrimas", é preciso resignar-se e continuar a caminhada da vida até se chegar ao descanso eterno.
A vida, sejam quais forem os elementos e os acontecimentos que a maltratam, é bela, pura e fecunda na sua Fonte.
A vida é bela apesar de todas as suas impurezas e mesmo imundícies e continua a ter imensas possibilidades (infinitas possibilidades) porque transporta em si as flores e os frutos que és chamado a produzir.
"Enquanto há vida, há esperança".

A vida humana pode ser arruinada, esbanjada, poluída pelos canais que ela percorre, pela sociedade que construímos, pelos obstáculos que erguemos diante dela e que perturbam o seu percurso normal.
Mas, apesar de tudo isso, a vida continua a ser bela na sua Fonte (Deus) e com imensas possibilidades de se regenerar (purificar) e de dar os seus frutos.

As tuas forças vitais, em todos os andares do teu ser, contêm nelas próprias:

- Forças de expansão.
Incentivam-te a desenvolveres em ti o homem em todas as suas dimensões - corpo, coração, pensamento.

- Forças de união,
que te levam ao encontro dos outros (corpos, corações, pensamentos) para se unirem e se enobrecerem.

- Forças de criação,
pois possuem em si mesmas o poder misterioso de fazer nascer novas vidas a partir da vida recebida.

Ao longo da sua história de muitos milhares de anos, os homens fizeram uma longa marcha rumo à tomada de consciência da vida e do seu exercício de poder sobre ela. Este caminho foi o seguinte:

- do inconsciente ao consciente: consciencialização- Reflexão humana que lhe permite saber que sabe;

- do animal ao homem: humanização;

- do homem à pessoa: personalização;

- na fé do cristão, a última etapa, realização do sonho original do homem: a sua divinização, pelo encontro de Deus que veio ao seu encontro em Jesus Cristo, ou cristificação= semelhança com Jesus Cristo o HOMEM NOVO.
 

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

JESUS SALVADOR DO MUNDO


O AMOR CRISTÃO
 
Muito se fala de amor: canções, poesias, festivais, filmes, novelas, conversas.
Amor humano que tem de ser bem entendido, pois muitas vezes usa-se a palavra “amor”, mas que de amor verdadeiro, às vezes, é quase zero.
A Bíblia é uma carta de amor de Deus por toda a Humanidade.
Antes de morrer, Jesus deixou aos Apóstolos e seus seguidores o mandamento novo do amor: “amai-vos uns aos outros como Eu vos amei...
É esse o sinal de que sois meus discípulos: se vos amardes uns aos outros”.
O amor é o essencial, o resumo da mensagem cristã; o núcleo do evangelho e da doutrina de Jesus Cristo.
A perfeição humana (santidade) e a transformação do mundo pode acontecer pelo amor. Com o amor (verdadeiro e autêntico) pode conseguir-se tudo.
Porém, temos de perceber que há muitas caricaturas (falsidades) do amor.
Estamos na terra para amar. A nossa missão como seres humanos mais essencial, é amar. Uma pessoa sem amor (se não gostasse de ninguém, não fizesse bem a ninguém), essa pessoa seria um inútil, não serviria para nada.
Fomos criados por Deus que é Amor, para amar.
Tal como pelos fios de luz circula a corrente elétrica, assim a nossa vida deve fazer circular e transmitir palavras e gestos de amor (o mais puro possível= desinteressado =caridade).
Há muitas formas de entender a palavra amor e amar: compreender, aceitar, ter olhos limpos e puros, acolher o outro sem julgar, estender a mão a um amigo sem esperar nada em troca.
O verdadeiro amor é centrado nos outros (dar): em Deus (o Totalmente Outro) e nos outros seres humanos e até amor aos animais.
O contrário do amor é o egoísmo (receber): amor centrado em nós.
 

terça-feira, 29 de outubro de 2013

SER CRISTÃO A SÉRIO É DIFÍCIL


 
 
Nunca foi fácil ser bom cristão e hoje também não é.

Ser um cristão a sério, completo, é muito difícil.

Falar do Evangelho, de Jesus Cristo, da Igreja, deve dizer-se a verdade, afastar os adornos, não adocicar o evangelho, e facilitar a nossa identidade cristã.

É difícil ser cristão dos bons.

A fé e o seguimento de Jesus Cristo são exigentes.

É difícil, mas ser cristão de verdade, enche o coração de felicidade, de satisfação e dá sentido à vida. Trata-se de uma alegria que não se pode comparar a nada, pois é uma alegria que vem de dentro (Deus em nós) e não vem de fora: nem das coisas, nem das pessoas, nem do que temos.

Hoje, muita gente vive sem esperança, cansada, foge dos compromissos, tudo serve para se afastar do evangelho, da Igreja e dos mandamentos.

Pessoas sem força de vontade, sem energia, sem entusiasmo pela fé, cristãos de tradição, de diploma, de certificado...

Uma pessoa assim, nada tem para oferecer aos outros.

Ontem como hoje, Jesus Cristo chama por cada um de nós, precisa de nós, conta connosco, com a nossa generosidade, o nosso entusiasmo.

Ontem, como hoje, Jesus Cristo precisa de nós: de mim, de ti... Pessoas de todas as idades: crianças, jovens, adultos. Qual é a tua resposta?

Deus é fascinante, surpreendente, fora do comum.

O nosso Deus, é o Deus das surpresas. Vale a pena arriscar a vida por Ele, deixar-se levar pela Sua graça, pelo Seu amor, pela Sua força...

Qual é a tua resposta, meu irmão, minha irmã?

A Igreja necessita urgentemente de muitos evangelizadores, decididos, valentes, entusiasmados e apaixonados por Jesus Cristo, pelo evangelho.

A tua força, a tua inteligência, a tua sabedoria, a tua alegria, a tua amizade, o teu coração, têm de estar ao lado de Jesus, ao serviço de Jesus, da Igreja e do evangelho.

Jesus é o amigo de todas as horas que vale a pena ter e que nunca desilude.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

CORAGEM DE SEGUIR A JESUS CRISTO


 
SEGUIR A FÉ EM CRISTO - PALAVRAS E OBRAS
 
Ser cristão implica fortaleza interior.
Não ser cobarde.
        Ser corajoso no testemunho e vivência da fé.
        Não ser egoísta que só pensa em si e nos seus interesses.
        Ser homem e mulher cristãos à altura de Jesus Cristo.
         O Evangelho é a resposta aos problemas dos homens e mulheres de todos os tempos.
         Só o Evangelho é a resposta exata e real às perguntas da pessoa humana.

Jesus Cristo é a única solução.
O único caminho, a única verdade, a única Vida.
        Quando as pessoas planeiam as suas vidas à margem de Deus e da Sua Lei, o que é que nós vemos?

É um verdadeiro desastre: crises, caídas, recaídas, problemas, alienações, depressões, miséria moral, desgraças, degradação moral.

Sem Deus, vemos a destruição dos valores, a destruição da vida, a degradação da pessoa humana.

O ambiente que vemos num mundo sem Deus e sem moral, é a degradação da pessoa humana, a corrupção, a imoralidade, a sujidade, a violência, a ingratidão, a infidelidade, a animalização da pessoa, a libertinagem, a irresponsabilidade.

Deus tem sido afastado da escola, da sociedade, das leis, dos tribunais, da família.

Por isso, vemos cada vez mais crianças, jovens e adultos sem critérios morais. Vale tudo... Tudo está certo.

Vive-se dependente de modas, de vícios, de erros, de mentiras, de enganos e muitos ainda se gabam de serem livres...
Todos recebemos de Deus uma missão no dia do nosso batismo: ser cristão não por tradição, não porque temos um diploma, mas ser cristão por dentro e na vida prática, dando testemunho em palavras, em ideias e em obras da nossa adesão ao Evangelho e a Jesus Cristo, o Homem Novo.

O cristão deve ser coerente com a sua fé...

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

FORÇAS VITAIS HUMANAS


 
 
 
As forças vitais que animam o homem e o seu desenvolvimento

Tu és um ser vivo!
És habitado pela vida.
E porque a vida circula em ti, tu caminhas (corpo), sentes (coração), pensas (razão).

És um ser animado de uma só vida porque és uma pessoa só, um todo só, embora constituído por várias dimensões.

Esta vida exprime-se, expande-se e manifesta-se sob formas diferentes, nos 3 níveis do teu ser:

- forças vitais físicas,

- forças vitais sensíveis,

- forças vitais racionais.

A boa construção do homem implica a integração de todas estas forças, permitindo que a vida circule em todos estes 3 "andares" que compõem o ser humano.

A vida é-nos dada; é um dom, um presente.
Vem dos antepassados e, em última instância, vem de Deus. Deus é a causa primeira de tudo.
Depois vêm as causas segundas que recebem a existência da Causa Primeira- Deus.
Nenhuma pessoa ou ser, dá a vida e o ser a si mesmo.
A vida é-lhe transmitida. Gratuitamente e sem que ele a tenha pedido. Como um dom dos pais e dom de Deus.

Pode acontecer que alguns desabafem dizendo: "eu não pedi para viver".
O adolescente e o jovem hesitam, muitas vezes, se hão-de aceitar ou não a vida que receberam sem a pedir.

A adolescência é a idade que o adolescente começa a colocar, ele próprio e para ele próprio, as primeiras pedras da sua construção.

O adulto é um homem que acolhe a vida sem reticências, a faz sua, aceita tomá-la pessoalmente a seu cargo e procura transmiti-la gratuitamente...

Alguns adultos permanecem adolescentes durante muito tempo ou sempre.
Vivem, porque não podem deixar de viver, mas arrastam a sua vida ou deixam-se arrastar por ela...
Em certos momentos, suportam-na até contra vontade.

Tu, se quiseres tornar-te um homem e uma mulher a sério, aceita as tuas estruturas, aceita incondicionalmente a tua vida e decide-te a responsabilizares-te por ela.
Não sejas sempre adolescente que lamenta a vida que tem ou simplesmente a suporta.
Se viveres assim a tua vida adulta será um fracasso.
Acolhe a vida. Vive a vida não de forma egoísta só para ti, mas como um serviço aos outros e a Deus.
Cada dia, diz: "Obrigado, Senhor Deus e Pai do Céu, pela minha vida que me veio dos meus pais e de Ti".

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

BOM RELACIONAMENTO COM OS OUTROS


 
 
A melhor forma para termos um bom relacionamento é ir ao encontro dos outros com a riqueza dos 3 andares que caracterizam a pessoa: físico, mental e afetivo.
Assim, aparecemos como uma pessoa reunida e unificada dando valor a todos as estruturas da nossa pessoa.

O verdadeiro encontro interpessoal é aquele que implica a presença do corpo (físico), coração (sentimentos) e razão (ideias).

Não basta um sentimento muito forte (coração) para unir solidamente duas pessoas.
É preciso a presença do físico, do coração e do racional.

Unir dois corpos não é casar-se; unir dois corações não é casar-se; unir dois pensamentos não é casar-se.
O casamento implica união em todos os andares, sem esquecer ou desprezar nenhum deles.
É por isso que quando um casal está em dificuldades, em crise, a reconstrução só é possível se eles conhecerem qual é o "andar" que está em crise.
O casamento que só assenta nas necessidades do corpo (comer, beber, relacionamento sexual) e que esquece as necessidades afetivas ou racionais da pessoa não se aguenta muito tempo.

Toda a pessoa é um ser em relação, porque Deus assim o desejou desde toda a eternidade.
O homem foi criado à imagem e semelhança de Deus. Ora, Deus "é" relação: Pai, Filho e Espírito Santo.
Três pessoas de tal modo unidas que fazem um só Deus.

O homem está em construção, por acabar e deverá construir-se em relação:

- voltado para dentro de si mesmo (dimensão interior),
        - voltado para fora (universo, natureza),
         - voltado para os outros,
         - voltado para Deus.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

DIMENSÕES DA PESSOA HUMANA


Http://deixadeusentrar.bslogspot.com

I - O HOMEM E A SUA DIMENSÃO INTERIOR

1. As estruturas interiores da pessoa

De facto não me conheço.
O homem não conhece o homem.
Cada um vai progredindo no conhecimento de si próprio.
Cada pessoa é constituída por 3 estruturas, uma espécie de 3 andares:

- CORPO, físico, todas as energias do corpo, inclusive as sexuais.

- CORAÇÃO, sentimentos, emoções, afetividade que nos faz apreciar, admirar a beleza da natureza, de uma obra de arte, de uma música, de um rosto, mas também nos permite sentir a alegria, dor e o sofrimento nosso e dos outros.

- RAZÃO, pensamento, imaginação, memória que pode ser entendido como uma dimensão espiritual da pessoa.
Este espiritual não se deve confundir com o SOBRENATURAL.
A dimensão SOBRENATURAL OU ESPIRITUAL deve envolver e iluminar as outras 3 dimensões.
É a dimensão sobrenatural ou espiritual que eleva as dimensão física, racional e afetiva.

Estes 3 andares estão presentes em todo o nosso corpo: rosto, olhar, mãos, movimento, andar, na escrita, nos desenhos.
As nossas forças afetivas e racionais modelam-nos a partir do interior e orientam os nossos comportamentos exteriores.

Estes 3 andares não estão sobrepostos uns sobre os outros, como numa casa. Estão encaixados uns nos outros. Comunicam e reagem uns sobre os outros. Formam uma só pessoa. Não há separação ou divisão de andares na pessoa. São um todo só.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

FORMAÇÃO BÍBLICA



EM FORNELOS- FAFE
FORMAÇÃO BÍBLICA A PARTIR DE 3 DE
OUTUBRO.

FORMAÇÃO ABERTA A TODOS
TEMPO PARA EVANGELIZAR.

APROVEITA. APARECE. 
VAI SER LINDO.


MUITA FORMAÇÃO, ALEGRIA, MÚSICA, DANÇA, FESTA, AMIZADE...
CONVÍVIO
FORMAÇÃO ÀS QUINTAS FEIRAS: PRIMEIRA E TERCEIRA SEMANA DE CADA MÊS. TODOS OS MESES.
------
DIVULGA ESTE ACONTECIMENTO.

SÊ APÓSTOLO(A) DO EVANGELHO.

COMUNICA AOS TEUS AMIGOS, DE FAFE, MESMO QUE TU NÃO POSSAS APARECER SEMPRE.
APARECE, PELO MENOS DE VEZ EM QUANDO...
VAMOS CONHECER A HISTÓRIA DA SALVAÇÃO E
FAZER A EXPERIÊNCIA DO AMOR DE DEUS POR CADA UM DE NÓS...
 

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

SER CATÓLICO A SÉRIO



            http://deixadeusentrar.blogspot.com

A evangelização e catequese sempre foram tarefa importantes da Igreja porque Jesus Cristo ressuscitado deu essa ordem aos Apóstolos: ir por todo o mundo, ensinar, baptizar, salvar, pregar o que viram e ouviram da vida do Senhor Jesus.

O Espírito Santo foi enviado à Igreja para a encorajar, fortalecer, guiar, santificar. Para dar a conhecer a Boa Nova da salvação.

No centro da evangelização, catequese, pregação, está uma Pessoa - Jesus de Nazaré, filho de Maria de Nazaré e Filho Único de Deus Pai, cheio de graça e de verdade que sofreu e morreu por nós e que agora ressuscitado vive agora connosco para sempre.

É este mesmo Jesus que é Caminho, Verdade e Vida que o católico deve seguir na sua vida cristã: ter comunhão, intimidade com Jesus Cristo, pois somente Ele nos pode levar ao Pai no Espírito Santo e fazer-nos participar na vida da Santíssima Trindade.

Na evangelização, na catequese e na pregação, crentes ouvem, aprendem e aderem com a inteligência e o coração.
O anunciador não ensina as suas ideias pessoais, os seus pontos de vista, mas a Jesus Cristo.
A doutrina não é dos evangelizadores

Cristo ensina com toda a sua vida: palavras, silêncios, milagres, gestos, oração, amor pelos outros, a sua predilecção pelos pequeninos e pobres, aceitação total da cruz pela redenção do mundo e a sua ressurreição. O crucifixo é uma das imagens mais sublimes e mais populares do que Jesus ensina.

Jesus Cristo revela Deus ao homem e revela o homem a si mesmo.

O Mestre que salva, santifica e guia, está vivo, fala, desperta, comove, corrige, julga, perdoa, caminha todos os dias connosco pelos caminhos da história.
Obrigado, Senhor porque me amas e me conduzes na minha vida.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

SER CRISTÃO É VIVER O BAPTISMO


 
 

Ser cristão católico é viver o batismo.

- É romper com o que não é conforme ao Evangelho

- Viver como Jesus Cristo viveu

- Tornar-se membro ativo da Igreja Católica

 

I-ROMPER COM O QUE NÃO É CONFORME O EVANGELHO SIGNIFICA

1- Renunciar ao egoísmo. Egoísmo é

- Pensar só em si;

- Querer sempre o melhor para si,

- Ser indiferente aos problemas daqueles que nos rodeiam,

- Não pensar no bem dos outros,

- Alhear-se dos problemas sociais

- Não querer responsabilizar-se e doar-se

- Não estar disponível para aqueles que necessitam da sua cooperação.

 

2. Renunciar ao ódio. Ódio é:

- Não saber perdoar,

- Guardar rancor,

- Desejar mal ao próximo,

- Ter inveja dos progressos dos outros,

- Prejudicar propositadamente o próximo,

- Vingar-se,

- Fazer guerra fria,

- Dar alfinetadas no próximo

- Agir como se outro não existisse = indiferença