Número total de visualizações de página

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

A VIDA, DÁDIVA DE DEUS


 
 
A vida é uma caminhada.
Vimos de Deus e vamos para Deus.
Deus é a origem e Deus é a nossa meta.
Ao fazer este caminho, os homens têm vitórias e derrotas, fracassos e sucessos, ganhando em poder sobre o universo e sobre a própria vida.
Daí a tentação permanente de muitos se julgarem auto-suficientes, capazes de se tornarem deuses sozinhos, dispensando o próprio Deus.

O homem não está acabado.
A vida da humanidade é uma constante caminhada no seu desenvolvimento. E até onde chegaremos?
Depende de cada um.

Tu podes:

- humanizar-te sempre mais, acolhendo e dirigindo as tuas forças;

- personalizar-te sempre mais, assumindo e orientando as tuas forças;

- e, se fores cristão, divinizar-te sempre mais, unindo-te ao Deus de Jesus Cristo. Cristificação. Ser parecido com Jesus Cristo que só fez o bem aos outros.

Mas tu podes também:

- Retroceder em humanização, em personalização, em divinização e, em caso extremo, em certos momentos, és capaz de te re-animalizares sozinho ou em grupo, ou em sociedade.

És livre. Cabe-te a ti escolher em que sentido desejas construir-te e o que vais decidir para tentares consegui-lo.

Os cristãos acreditam que a vida não é um rio sem nascente, mas que na origem de toda a vida está DEUS- PAI: AMOR infinito.

Tu és um ser vivo não por "acaso", mas porque és amado por Deus.
Amar é sempre dar a vida a um outro.
Ser amado é sempre receber a vida de um outro.
Se Deus deixasse de te amar, tu deixarias de "existir".
Ora, Deus não pode deixar de te amar e de te dar a vida, porque Ele é AMOR e porque Ele te ama INFINITAMENTE.

Tu és amado por Deus desde sempre e para sempre.
És um ser vivo para sempre porque mesmo ainda antes de nasceres, Deus já tinha pensado em ti desde toda a eternidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário