Número total de visualizações de página

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

O SACRAMENTO DA ORDEM




albanosusanogueira@sapo.pt

http://deixadeusentrar.blogspot.com/


1- Quando alguém é ordenado presbítero, torna-se sinal e presença de Cristo Pastor no mundo. Não se trata apenas de uma função que se tem, mas também duma identificação com Cristo ao nível do mais fundamental, isto é, do próprio ser e missão.
2- Proclamar o evangelho, congregar e dirigir a comum idade, perdoar os pecados, ungir os doentes, celebrar a Eucaristia, exercer a obra de Cristo de redenção da humanidade e glorificar a Deus, eis, em suma, a obra essencial do presbítero.
Por outras palavras, “participar nas funções de santificar, ensinar e governar.
3- O padre é, eminentemente, um instrumento de contacto sacramental com Cristo. O Cristão encontra Deus nos sacramentos. Mas é através do padre que Cristo está presente sacramentalmente.
Administrando os sacramentos, o padre constrói a comum idade da fé, levando a vida humana ao contacto com a vida divina. Todos os cristãos participam na construção do Reino de Deus, mas de formas diferentes.
Escolhidos duma maneira única, os padres são designados para participarem duma forma especial na obra salvadora de Cristo.
4- Aos olhos da sociedade de hoje, a figura do padre é, pelo menos, desconcertante. Enviado a continuar na terra a missão libertadora de Cristo, o padre sabe que o acompanhará sempre o selo da contradição. No entanto, e acima de tudo, o padre terá de ser:
4.1. Um homem de fé pessoal, numa adesão profunda a Jesus Cristo. Uma fé de testemunho e de compromisso com os homens, que o faça permanentemente um “ser-para-os-outros”.
4.2. Um homem da unificação, da convivência, do diálogo, da reconciliação. Um homem capaz de reunir um povo disperso, de tudo deixar para salvar a ovelha perdida.
4.3. Um homem de oração: oração de louvor, de adoração, de petição, de acção de graças. Um homem que será o intérprete dos problemas do mundo no diálogo com Deus.
4.4. Um homem da proclamação do Evangelho, capaz de transmitir a Boa Nova com fidelidade e de ele mesmo lhe permanecer fiel.
4.5. A crise de padres é evidente preocupação da Igreja de Deus. Por esse motivo, todos os cristãos devem sentir este problema profundo e suplicar com insistentes orações ao Senhor da seara que envie trabalhadores para a Sua seara.
“Todo o sacerdote é escolhido de entre os homens e constituído a favor dos homens, nas coisas concernentes a Deus, para oferecer dons e sacrifícios pelos pecados. No entanto, apesar de toda a grandeza da sua missão, ele mesmo está rodeado de fraqueza, a fim de poder compadecer-se dos que são ignorantes e vivem extraviados.
Ninguém toma para si esta honra, mas apenas o que é chamado por Cristo a participar na sua função sacerdotal para oferecer o sacrifício de Cristo e do Povo de Deus” (Heb 5, 1-4).

(continua)
P. Albano Nogueira

2 comentários:

  1. Gostei muito do titulo que escolheu para o seu blog.

    Que Deus nos dê muitos, e, santos padres, mensageiros de Sua palavra!

    Que o perfume de Deus se aspaja em todos nós!

    ResponderEliminar
  2. sr . padre mais uma vez adorei o seu testemunho, no seu blog , e devemos sempre pedir ao senhor por todos vos para que tenham forca e muita coragem e nao desanimem nunca apesar dos vossos momentos de fraqueza que como seres humanos voces tambem tem , mas ate a rosa mais bela tem sempre espinhos, bem ajam todos os sacerdotes do mundo.

    ResponderEliminar