Número total de visualizações de página

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

CONHECER-ME PELA ORAÇÃO


A nossa oração não será autêntica oração se ficarmos em Deus, em Jesus Cristo sem nos conhecermos a nós mesmos, se a nossa vida continua igual.
O conhecimento próprio é fundamental para a vida ter mais gosto, mais sabor.
Sem o conhecimento próprio, nada de bom se pode começar, continuar e levar a cabo até ao fim.
É precisamente diante de Deus e de Jesus Cristo nos podemos conhecer melhor.
Sem Ele, a visão que tenhamos de nós mesmos é parcial e míope.
Na oração:
- Aprendemos a ver-nos como Deus nos vê.
- Descobrimos o Seu sonho sobre nós e a nossa realidade de pecado que nos impede de ser felizes e realizar o Seu pleno; a missão que nos confia.
- Teremos experiência de “ser morada onde sua majestade se deleita”. Sim, Deus alegra-se imensamente connosco, crê em nós, perdoa-nos sempre e respeita a nossa liberdade.
Na oração perguntar:
- Quem sou eu?
- Qual o sonho de Deus sobre mim?
- De que está cheio o meu coração?
- Em que é que eu gasto o meu tempo e o meu dinheiro?
- Quais são as minhas maiores preocupações?
- Qual o sentido, o rumo da minha vida?
- Quais são os meus defeitos e pecados?
- Quais são os meus vícios e dependências?
- Como vivo o amor de Deus por mim e como é o meu amor por Deus?
- Como é que eu amo ou ostros e me amo a mim mesmo?

Entrar em si mesmo, reflectir, rezar para me conhecer melhorar e perceber aquilo que pode e deve ser melhorado.

P. Albano Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário