Número total de visualizações de página

quarta-feira, 21 de abril de 2010

6. ORAR É RECONHECER


ORAÇÃO E RECONHECIMENTO DE CRISTO
“Os discípulos de Emaús reconheceram Jesus ao partir do pão” (Lc. 24)
O desejo da nossa vida, consciente ou inconsciente, é ver o rosto de Deus. É o Teu rosto que nós buscamos, Senhor, nenhuma outra realidade nos pode satisfazer.
Mostra-nos as maravilhas da Tua misericórdia.
Ajuda-nos, Senhor, a aprender a reconhecer o teu selo, a tua marca na n/ vida para entender a Tua ternura infinita para connosco.
Saboreai e vede como o Senhor é bom.
Aperfeiçoemos os nossos sentidos para experimentar a presença de Deus e viver como o maior gozo, a maior alegria da vida.
Oremos para RECONHECER Jesus.
Como os discípulos de Emaús.
Estavam frustrados, vazios, desanimados, incapazes de O reconhecer, apesar de estarem na Sua presença.
Essa presença que enche de alegria e os converte em testemunhas da ressurreição.
Quantas vezes, na nossa vida, estamos cheios de frustrações, desanimados, desiludidos!
Jesus acolhe-nos tal como somos, parte do nosso desalento e a Sua Palavra devolve-nos a alegria perdida.
Orar é RECONHECER que, como Jesus, somos filhos predilectos do Pai: “Tu és o meu filho muito amado, tu és o meu encanto…”.
Não é fácil escutar esta voz doce e suave, este murmúrio, no meio dum mundo cheio de palavras que gritam precisamente o contrário.
Esta voz doce e suave no nosso íntimo que nos chama “meu amado”, chega-nos por muitos caminhos, por aquelas pessoas que cuidaram de nós com carinho e amor.
Sempre que ouvires com grande atenção esta voz que te chama de “meu amado”, descobrirás dentro de ti o desejo de a escutar intensamente e para sempre.
“Quero que saibas que é um filho (a) amado de Deus.
És maravilhoso aos seus olhos.
Quando as coisas se tornarem difíceis na tua vida e a vida te pareça uma carga, recorda sempre que és amado por Deus com amor eterno.

1 comentário: