Número total de visualizações de página

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

NATAL. ENCARNAÇÃO DO VERBO

albanosousanogueira@sapo.pt
http://deixadeusentrar.blogspot.com/

NATAL, O VERBO ENCARNOU


Natal quer dizer nascimento do Menino Jesus, filho de Maria de Nazaré e Filho de Deus Pai.
Natal é acolher o presente de Deus que nos dá o Seu Filho para ser o Deus próximo, o Deus presente na História humana.
Este mistério chama-se ENCARNAÇÃO OU INCARNAÇÃO.
Deus é Espírito, mas quando chegou a plenitude dos tempos, Deus enviou o Seu Filho que encarnou e se fez homem.
Encarnar é tomar carne humana, fazer-se pessoa igual a nós em tudo menos no pecado.
Trata-se de um grande mistério da nossa fé cristã, pois na mesma pessoa de Jesus Cristo temos duas naturezas: a natureza humana e a natureza divina.
Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro Homem.
Igual a Deus na divindade, igual a nós na humanidade.
Cristo é Deus e vem trazer Deus até nós.
Por Ele, Deus Filho vem ter connosco humanos e é Homem que leva os humanos até Deus.
É o Mediador entre Deus e nós.
É a ponte que une o Céu à terra e une a terra ao Céu.
Natal é a manifestação visível de Deus Invisível na pessoa do Menino Jesus.
Natal é Deus que vem procurar e encontrar os humanos que andavam como ovelhas perdidas neste mundo de morte.
Natal é a iniciativa de Deus que vem dar a vida, salvar, curar, perdoar, libertar os humanos.
A cada um compete dar uma resposta a este Deus que se torna nosso amigo e nosso companheiro de viagem.
Podemos aceitar a Sua companhia pela fé, pela prática religiosa, pela oração, pelos sacramentos, pela amizade aos outros, ou podemos ignorar este amigo e rejeitar a sua companhia.
Na fé em Deus e em Jesus Cristo encontaremos um sentido e uma finalidade para a vida.
Na descrença e na indiferença encontraremos, mais cedo ou mais tarde, o vazio e a frustração na vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário