Número total de visualizações de página

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

HOMEM, IMAGEM DE DEUS, OU IMAGEM DO ANIMAL?

.

Cada pessoa sabe que tem dentro de si mesma, duas tendências: uma para o bem e outra para o mal.

Uma tendência para o bem que a eleva acima da sua humanidade e a diviniza e outra tendência para o mal que rebaixa a pessoa abaixo da sua humanidade e a animaliza.

Por isso, o Homem tanto pode ser imagem de Deus, como pode ser imagem do animal que existe em si mesmo.

Conta uma história antiga que um velho índio dizia aos seus netos:

- Nós temos dentro de nós dois lobos que lutam um contra o outro: um lobo bom e um lobo mau.

Um dos netos bem pequenino, perguntou-lhe:
- Avô, qual é o lobo que vence a batalha?

O avô respondeu:

- Aquele que tu alimentares.

Excelente resposta.
Se alimentarmos o BEM em palavras e obras, o bem vence; se alimentarmos o MAL em palavras, obras e omissões, o mal vence.

Diz a Bíblia que Deus deu aos homens leis, mandamentos e pediu ao Homem que os guardasse, os cumprisse e prestasse culto a Deus e assim seria feliz, viveria em comunhão com o seu Criador, em harmonia com as outras criaturas, sobretudo com os humanos.

Porém, o Homem, em vez de escutar e cumprir a Lei de Deus e os seus mandamentos, preferiu escutar a voz do animal que tem em si.
A Bíblia fala de uma serpente ou uma cobra a falar com a Eva. Todos sabemos que as cobras nunca falaram.
A voz que os homens e as mulheres escutam é uma voz que se faz ouvir dentro de nós.
É a inclinação para o mal que vem do animal que há em nós, dos instintos, da irracionalidade…

Adão (todos os homens) e Eva (todas as mulheres) preferiram ouvir essa voz e segui-la do que a seguir a voz e a vontade de Deus: come destas árvores, não comas daquela…

Não se pode comer tudo, não se pode beber tudo (ficaríamos doentes e morreríamos), não se pode fazer tudo.
Deus é nosso amigo ao dar-nos certas regras.
Mas ontem como hoje, os homens querem quebrar todas as regras e vivem sem regras, sem limites, tudo é permitido, tudo se pode fazer, experimentar…
A consequência é a degradação humana em que tanta gente se encontra.

Diz a Bíblia que Adão e Eva depois de comerem o fruto proibido ficaram nus, despidos.
Quem vive despido e sem precisar de roupa são os animais.
Isto que dizer que quando o Homem rompe com a lei de Deus, os seus mandamentos e as suas ordens e segue a sedução do animal que há dentro de si mesmo, fica ao nível do animal: despido por perder a roupa da sua dignidade que veste os filhos de Deus…

De quem sou eu imagem: de Deus ou do animal que há em mim?
Qual é a lei que sigo: a lei de Deus, ou a lei do animal que há em mim?
Qual é o caminho que percorro: o que me aproxima de Deus e dos outros na amizade e no respeito, ou o caminho que me afasta de Deus e dos outros?
Sigo um rumo de divinização, de melhoria, de aperfeiçoamento da minha pessoa em qualidades e virtudes, ou sigo um caminho de degradação, que me torna pior cada dia que passa, com mais defeitos, vícios e pecados?

Sem comentários:

Enviar um comentário