Número total de visualizações de página

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

IGREJA MISSIONÁRIA, QUE ANUNCIA JESUS CRISTO


Profeta Zacarias-
“Nós queremos ir convosco porque acreditamos que Deus está convosco”.

Se as pessoas percebessem isso na Igreja Católica, os cristãos atraíam os outros, pois eles percebiam que Deus está na Igreja católica e nos católicos.
Logo, eles também quereriam vir connosco, à nossa comunidade.

Quem verdadeiramente encontrou Jesus Cristo não O pode guardar para si, tem de o comunicar aos outros, mas deve fazer isso com um testemunho credível em palavras e obras.
Isso é ser missionário.

Por isso, todo o povo cristão que encontrou Cristo, torna-se evangelizador e não apenas os padres, freiras ou missionários é que são evangelizadores, missionários.

Os cristãos e a Igreja ou é missionária ou não é nada.

Quem ama a sua fé preocupa-se em comunicá-la aos outros pela palavra e pelo testemunho.

Quem anuncia Deus é porque conhece Deus e fez alguma experiência do Seu amor, da Sua misericórdia, do Seu perdão.

Se o testemunho leva fogo e convicção é porque a pessoa tem em si esse amor de Deus e está cheio dele.

“Se tu és cristão, é impossível que isso não produza frutos; é impossível que isso não se veja” (S. João Crisóstomo).

Domingo, 23 de Outubro, dia mundial das missões.

Dia para cada um se interrogar como está a viver e a testemunhar a sua fé em Deus, em Jesus Cristo, no Espírito Santo?

Que é que eu faço para que Cristo seja mais conhecido e mais amado pelos outros?

Que é que eu faço na minha comunidade de participação, de serviço, de ajuda, de colaboração?

Se a pessoa olha para o cristianismo como algo de aborrecido, falso, ultrapassado, então é sinal que nunca se encontro no seu íntimo com Jesus Cristo, nunca Lhe disse com toda a tenção e carinho:

“Senhor, eu amo-te.
Senhor, eu creio em Ti.
Senhor, espero em Ti.
Senhor, entrego-te a minha vida.
Senhor, toma conta de mim, guia-me, conduz-me.
Senhor, entra no meu coração e vem morar em mim.
Senhor dá-me a força do Espírito Santo para viver como Filho(a) de Deus”.

Sem comentários:

Enviar um comentário