Número total de visualizações de página

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

SEGUIMENTO DE CRISTO E SERVIÇO

.
Para uma pessoa poder seguir a Jesus Cristo numa vida de consagração, precisa de descobrir que Jesus é oferta de vida, real e abundante, de felicidade douradora e autêntica.
 Prosseguir na senda dos seus passos, entrar em diálogo íntimo com a sua Pessoa e não ter medo de O anunciar, proclamando com a vida a libertação que Ele viveu e propôs no seu caminho de serviço incondicional e dirigido preferencialmente aos mais pobres:
“Todo Aquele que quiser tornar-se grande entre vós, faça-se vosso servo”(Mt 20, 26).

O serviço aparece na Igreja primitiva como algo constitutivo da sua estrutura (cf. Act. 6, 1-4). Quem quer seguir a Cristo tem de ter mentalidade de quem gosta de SERVIR.

É nesta linha que o crente ao viver a vida nova em Cristo, é chamado a ser testemunha de liberdade e agente de libertação para os homens.
Trata-se do serviço da caridade, cujas possibilidades de expressão não têm limites, concretizando-se através da diversidade de vocações e carismas (1Cr. 12, 4; Ef. 4, 11), porque animado pelo Espírito de Deus que dá vida.

Nesta linha, a vivência autêntica e consciente da vocação é sempre caracterizada pela abertura a horizontes e realidades novas, criando e recriando motivações, capazes de oxigenar a vida e favorecer a unificação da pessoa orientando-a para Deus e para os outros.

Sem comentários:

Enviar um comentário