Número total de visualizações de página

sábado, 15 de setembro de 2012

SACRAMENTO DA CONFISSÃO, OU RECONCILIAÇÃO OU PENITÊNCIA


 
O que é e como se faz a confissão?

     No dia do teu Batismo, os teus pais propuseram-te o caminho de Jesus. E disseram claramente: «Renunciamos ao mal». Ou talvez tenhas sido tu mesmo(a) quem o disse…
    A pouco e pouco, foste procurando percorrer esse caminho, mas nem sempre conseguiste, porque, às vezes, caíste no pecado; nem sempre viveste segubdo o Evangelho de Jesus. Mas podes «converter-te», tal como o filho que, na parábola do Evangelho, regressou à casa do Pai (Lucas 15, 11-32).
O sacramento da Reconciliação (que é como preferimos chamar-lhe hoje) é, de cada vez, como que num novo Batismo. O primeiro fez-te entrar na comunidade daqueles que acreditam em Deus e querem viver como Ele nos pediu que vivêssemos. Pelo segundo, reconcilias-te com Deus, que te ama como Pai, juntando-te à comunidade da qual estavas afastado(a).
Durante a celebração penitencial, depois de teres examinado o teu coração à luz da Palavra de Deus, podes ir ter com um padre para reconheceres diante dele o teu pecado e receberes a absolvição; ou seja, o padre ergue sobre ti as palmas das suas mãos (ou coloca-as em cima da tua cabeça) e, fazendo o sinal da cruz com a mão direita, diz-te: «Eu te absolvo dos teus pecados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo».
O padre é escolhido por Deus para ser o pastor da comunidade. Recebendo por meio dele o perdão, ficas novamente em paz com Deus, com os irmãos e contigo próprio(a).

Sem comentários:

Enviar um comentário