Número total de visualizações de página

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

UNIDO AO PAI

 
 
“Afastamento é destruição”
 
(Pe José Kentenich, fundador do movimento de Schoenstatt, Alemanha).
Sempre que se afasta de Deus, a pessoa entra num processo de auto destruição, que o tornou um fator mais destruidor do que a bomba atómica.
Sem Deus, o homem corre o sério risco de se destruir a si mesmo (física, moral e espiritualmente), destruir os outros e destruir a obra da natureza que Deus criou.
Deus Pai quer o Homem Novo, o Homem paradisíaco, um pedacinho do Céu, em nós, como está em Maria de Nazaré e em Cristo.
O homem, ser de relação com os outros, com Deus, como imagem viva de Deus, seguindo a Cristo, encontrando-se consigo mesmo, numa participação da vida trinitária. Essa vida tem a sua fonte em Deus Pai.
O rumo (a direção) da vida do homem à face da terra, deve ser Rumo ao Céu, em peregrinação em direção ao coração do Pai, para que a pessoa alcance a finalidade da sua existência que é a salvação eterna.
A vinculação pessoal profunda e fecunda com Deus Pai passa, regra geral, pela experiência do pai da terra.
A família deve ser uma comunidade onde exista harmonia dos corações.
Uma criança precisa da experiência natural do que significa ter um pai na terra, para poder entender um pouco do que é a sua relação com o Pai do Céu. Só assim, a criança pode fazer uma transferência do seu afeto para Deus entendido como Pai.
Nós vivemos num tempo “sem pai”. Por isso, é que vivemos, cada vez mais, num tempo “sem Deus”.
Dizia alguém: “hoje, não há mais terras de crianças, porque não há terras de pais… E como não há terras de pais, também não há terras de Deus.
A perda do sentido de criança é a maior infelicidade do mundo atual, porque torna impossível a ação paternal de Deus.
Perdeu-se o sentido do que é ser criança, pois hoje as crianças aprendem tudo muito precocemente e, ficamos no tempo sem Deus.
Já não temos pais saudáveis, que possam despertar o sentido natural de criança, que, penetrando o subconsciente da criança, atinge o homem todo.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário