Número total de visualizações de página

terça-feira, 20 de novembro de 2012

ANO DA FÉ E ORAÇÃO CRISTÃ


 
 
Não basta ser batizado, cristão, católico.
 
Nós deveríamos querer ser melhores cristãos,
 
consagrando a nossa vida a Deus e ao Seu Reino.

É na Liturgia e nos sacramentos que nos encontramos
 
com Jesus Cristo vivo hoje e ressuscitado.
 
É na Eucaristia e nos sacramentos que alimentamos a
 
vida de Deus em nós e nos vamos projetando para a
 
eternidade.

Cristo hoje está vivo e ativo na nossa vida por meio da
 
Igreja. É por ela que hoje sentimos Deus presente na
 
nossa vida ajudando, salvando, amando, perdoando,
 
curando.

A Liturgia é a Fonte da Vida de Deus sempre a jorrar sobre nós e é nela que podemos sentir Cristo vivo amando-nos e derramando sobre nós o amor misericordioso e salvador de Deus.

Temos de sentir fome e sede de Deus presente na
 
Eucaristia, onde podemos ter uma união mais íntima
 
com Jesus Cristo, com Deus Pai e com o Espírito Santo.

Tudo deve conduzir à Eucaristia e tudo deve partir dela.
 
A Eucaristia é o ponto de chegada (vimos à igreja),
 
oferecemos a nossa vida para Deus a transformar e é
 
ponto de partida (vamos da igreja para casa) levando
 
Jesus connosco para ajudar a transformar o mundo do
 
dia-a-dia.

Nós somos a Igreja Peregrina neste mundo e que precisa
 
de se alimentar espiritualmente para chegar com uma
 
vida forte e abundante à vida que nos espera com a
 
morte.

Quem morreu é igreja que se purifica no purgatório e
 
que pode precisar das nossas orações de intercessão me
 
de sufrágio; ou pode ser Igreja Triunfante que já se
 
encontra junto de Deus Pai a interceder por nós.

A Eucaristia, tem, por isso, esta dimensão escatológica:
 
prepara-nos a antecipa o encontro com Deus no Céu.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário